Pular para o conteúdo principal

Módulo Display LCD 16x2 com botões para Arduino



Apresentamos agora o módulo de display LCD para Arduino. Um display é basicamente um módulo de unidade de saída onde as informações contidas no Arduino podem ser visualizadas através dele. Assim como um monitor, uma caixa de som, ou uma impressora, uma unidade de saída provê dados no sentido dispositivo -> usuário e é útil sempre que necessitamos visualizar alguma informação interna ao sistema em questão.

Este módulo tem a particularidade de ser um dispositivo híbrido já que tem 6 botões e pode funcionar também como unidade de entrada (usuário -> dispositivo). Um destes botões é um botão de reset e os outros 5 podem ter a função definida por software. Este módulo tem a vantagem de usar apenas um canal analógico (A0) como via de entrada para os botões. Isto é feito usando divisores fixos de tensão e o circuito correspondente é o que se segue.



Com este tipo de topologia para os botões, sugiro que um teste experimental seja feito preliminarmente para saber na realidade quais os valores de tensão que aparecem. Com o auxílio de um voltímetro DC, colocando a ponta de prova negativa em qualquer GND do Arduino ou do módulo LCD e a outra em A0. Depois é só multiplicar este valor por 1023/5.

Outro teste é fazer aparecer no display o valor em BCD para cada tensão que aparece em A0 a cada botão pressionado. O algoritmo seguinte tem esta função e utiliza a biblioteca LiquidCrystal.h.


#include <LiquidCrystal.h> 
LiquidCrystal lcd(8, 9, 4, 5, 6, 7);  // Configura Módulo LCD

void setup() {
  lcd.begin(16, 2);                        // Inicia módulo LCD
  lcd.setCursor(0,0);                      //
  lcd.clear();                             // Limpa LCD
}

void loop() {
  lcd.setCursor(0,0);                 // seta posição de escrita
  lcd.print(analogRead(A0));          // escreve o que foi lido de A0
  lcd.print("     ");                 //  limpa
  delay(300);                         // Tempo de atualização do LCD
}

Biblioteca LiquidCrystal.h


A biblioteca já inclusa na IDE do Arduino para tratar displays do tipo é a LiquidCrystal. Ela tem algumas funções básicas.

Primeiramente chamamos a biblioteca com a linha #include <LiquidCrystal.h> . Logo após, configuramos os pinos que serão utilizados pelo display: LiquidCrystal lcd(8, 9, 4, 5, 6, 7); . Neste caso, estes pinos se referem, respectivamente, à: (rs, enable, d4, d5, d6, d7). E a palavra lcd é definida pelo usuário como um nome do display, que pode ser qualquer nome. O importante é lembrar que quando formos aplicar qualquer função ao LCD, devemos usar o mesmo nome.

Dentro de setup(), iniciamos o módulo com lcd.begin(16,2), informando que o display tem 16 colunas e 2 linhas. Para escrevermos algo no display, setamos a posição da escrita com lcd.setCursor(0,0), ou seja, coluna 0, linha 0, respectivamente; depois escrevemos com lcd.print("texto para ser impresso"); ou ainda lcd.print(variável);

Outro comando útil é lcd.clear que limpa todo o display.

Para maiores informações sobre os comandos para LiquidCrystal, procure a documentação no site do Arduino.

Com este módulo trabalhando em conjunto com a biblioteca LiquidCrystal, ganhamos tempo e podemos rapidamente obter dados do sistema em que estamos trabalhando.

Espero que tenham gostado. Até o próximo artigo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Controlando LED via Bluetooth utilizando o Módulo HC-05

Hoje abordaremos uma breve demonstração de conexão do Módulo Bluetooth HC-05 Master/Slave com um dispositivo externo, e após a conexão utilizar o dispositivo para controlar um LED. A Placa Base utilizada como controladora é a Arduino Uno , que foi utilizada em conjunto com o Protoshield compatível com a mesma. Todos os itens utilizados podem ser adquiridos em nossa loja . Note que o Módulo Bluetooth HC-05 Master/Slave possui níveis de tensão de alimentação e operação diferentes, sendo que pode ser alimentado com  uma tensão entre 3,3v e 6v (no projeto foi alimentado com 5v, direto de um dos pinos do Arduino Uno ), mas a sua tensão de operação é de 3,3v. IMPORTANTE:    O Arduino consegue reconhecer a tensão de 3,3v no terminal RX como nível lógico alto, mas somente fornece 5v no terminal Tx como nível lógico alto. Portanto, se for utilizar os terminais Rx e Tx para a comunicação com os terminais Tx e Rx do HC-05,  o terminal Tx do HC-05 pode ser conectado diretamente ao ter

Bem vindo ao Blog ELETRODEX

A ELETRODEX ELETRÔNICA sempre preocupado em atender a todas as necessidades de seus clientes, traz para você hobista ou profissional da eletrônica um espaço virtual aberto para discussões e ideias, para que possamos dia a dia melhorar cada vez mais a nossa loja virtual ,sempre focando em satisfazer nossos clientes com as melhores ofertas do mercado e as dicas mais úteis para seu projeto.

Como programar com Programador KIT 3.5 para PIC

Nesta postagem iremos falar sobre o Programador KIT 3.5 O Programador KIT 3.5 é um programador para microcontroladores PIC bastante completo, até o momento compatível com  mais de 600 dispositivos da linha de microcontroladores da Microchip, incluindo a nova linha dsPIC. (Confira aqu i a lista com os microcontroladores compatíveis com o Kit 3.5) Permite a programação diretamente na placa (ICSP) ou então através de conectores ZIF (não inclusos). Detalhe para a interface ICSP Com ele é possível gravar (programar), ler, verificar e copiar os códigos dos microcontroladores, através do software gratuito PicKit 3 Programmer ( instruções de uso ), uma vez que ele é totalmente compatível com o PICkit3. Lembrando que este software é apenas para a gravação do arquivo HEX no seu microcontrolador, sendo que é necessário gerar esse arquivo em um compilador de sua escolha. Além disso, é possível utilizá-lo como ferramenta de depuração (debug) através do software MPLAB. Caract